domingo, 23 de outubro de 2016

O Rei do Rio: a caminhada a partir do 31º título do Carioca

Esta postagem é inspirada no livro "O Rei do Rio", de Celso Unzelte, publicado em 2009 pela Globo Livros, mas embora se inspire neste trabalho, não o reproduz aqui, objetivo de como a história é aqui mostrada é outro. A série também só pode ser elaborada graças ao trabalho do livro "História dos Campeonatos Cariocas de Futebol", de Roberto Assaf e Clóvis Martins, publicado em 2010 pela Editora Maquinária. Por fim, há que se mencionar que todo o trabalho de imagens só foi possível graças ao excepcional trabalho histórico do site Fla-Estatística (www.flaestatistica.com.br), obra de Arturo Vaz e Celso Júnior.

Eis então a Caminhada Rubro-Negra que o tornou o Rei do Rio, detalhando aqui as conquistas a partir do 31º título de Campeão Carioca de Futebol: 2009, 2011 e 2014.

O título de 2009 sacramento o Quinto Tri-Campeonato do Flamengo, e ainda por cima marcou o momento no qual o time da Gávea superou ao Fluminense no total de conquistas do Estadual do Rio de Janeiro. Sacramentou-se definitivamente como o Rei do Rio. E por qualquer ótica que se olhe, estará acima de todos, como o maior vencedor da história da cidade e do estado do Rio.

Considerando sempre as conquistas acumuladas até 2009, o Flamengo foi quem passou a ter mais títulos no total: 31 vezes campeão, contra 30 do Fluminense, 22 do Vasco, 18 do Botafogo, 7 do América, 2 do Bangu e 2 de outros (São Cristóvão e Paissandu). Se quiser começar a contar desde a entrada do Vasco (a partir de 1923), foram 27 do Flamengo, 22 do Fluminense e 22 do Vasco, 15 do Botafogo, 4 do América, 2 do Bangu e 1 do São Cristóvão. Se quiser considerar só a Era Profissional (a partir de 1933), foram 25 do Flamengo, 21 do Fluminense, 18 do Vasco, 10 do Botafogo, 2 do América e 2 do Bangu. Se quiser considerar só a Era Maracanã (a partir de 1950), foram 21 do Flamengo, 15 do Fluminense, 14 do Vasco, 9 do Botafogo, 1 do América e 1 do Bangu. Se quiser considerar só a Era pós-FERJ (a partir de 1979), foram 12 do Flamengo, 8 do Vasco, 7 do Fluminense e 4 do Botafogo. O Rei do Rio por todas as óticas!


Time titular em 2009: Bruno, Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Airton, Willians, Ibson e Kléberson; Zé Roberto e Emerson Sheik. Téc: Cuca.

O 31º título carioca foi conquistado depois do time rubro-negro ter vencido a Friburguense, Bangu, Volta Redonda, Mesquita, Macaé, Cabofriense, Duque de Caxias, Madureira, Resende e Americano, ter empatado com Boavista, Tigres do Brasil, Fluminense e Botafogo, e de ter perdido para o Vasco. Na Taça Guanabara (1º turno), foi eliminado na semi-final pelo Resende, em pleno Maracanã, após uma derrota por 3 x 1. Na Taça Rio (2º turno), venceu o Fluminense na semi-final por 1 x 0, e ao Botafogo na final, também por 1 x 0, jogo este que se tivesse perdido, teria sacramentado o título estadual do rival, que já se sagrara campeão do 1º turno. Flamengo e Botafogo fizeram a decisão do Carioca, novamente, assim como em 2007, empatando duas vezes por 2 x 2 e levando a decisão do título para os pênaltis. O empate no 2º jogo aconteceu depois do time rubro-negro ter aberto 2 x 0 no placar, com dois gols de Kléberson. Nos pênaltis, vitória rubro-negra por 4 x 2, sacramentando a conquista.

Os campeões de 2009

Em 2011 o Flamengo, com grande estardalhaço, contratou o meia Ronaldinho Gaúcho, numa acirrada disputa com Palmeiras e Grêmio. O R10 voltava após anos no futebol europeu.


Time titular em 2011: Felipe, Leonardo Moura, Welinton, David Braz e Rodrigo Alvim; Maldonado, Willians, Renato Abreu e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Deivid. Téc: Vanderlei Luxemburgo.

A campanha rubro-negra foi impecável. O time venceu a Volta Redonda, América, Americano, Nova Iguaçu, Boavista, Resende, Olaria, Bangu, Duque de Caxias, Vasco e Botafogo, e empatou com Cabofriense, Madureira, Macaé e Fluminense. Na Taça Guanabara (1º turno), superou ao Botafogo nos pênaltis após um empate em 1 x 1, vencendo por 3 x 1. Na final, venceu ao Boavista por 1 x 0, gol de falta de Ronaldinho Gaúcho. Na Taça Rio (2º turno), empatou na semi-final com o Fluminense por 1 x 1, vencendo nos pênaltis por 5 x 4, e empatou em 0 x 0 com o Vasco na final, vencendo nos pênaltis por 3 x 1. Foi campeão invicto, com doze vitórias e sete empates.

Os campeões invictos de 2011

Depois de conquistar o título de Campeão da Copa do Brasil de 2013, o Flamengo começou o campeonato do ano seguinte como franco favorito ao título. E não decepcionou.


Time titular em 2014: Felipe, Leonardo Moura, Wallace, Samir e André Santos; Amaral, Márcio Araújo, Luiz Antônio e Everton; Paulinho e Alecsandro. Téc: Jayme de Almeida.

O campeonato foi disputado em turno único, com os quatro primeiros colocados avançando para fazer a semi-final. A campanha rubro-negra teve vitórias sobre Friburguense, Volta Redonda, Audax Rio, Macaé, Boavista, Madureira, Resende, Bonsucesso, Nova Iguaçu, Cabofriense, Botafogo e Vasco, empates com Duque de Caxias e Bangu, e derrota para o Fluminense. Com o 1º lugar na Taça Guanabara (turno único), na semi-final o Flamengo enfrentou ao Cabofriense, a quem venceu, sem dificuldade, por 3 x 0 e 3 x 1. Com a melhor campanha, chegou à final contra o Vasco com a vantagem de dois resultados iguais. O 1º jogo terminou empatado por 1 x 1. No 2º jogo, viu o adversário se manter em vantagem até os 46 minutos do 2º tempo, quando Márcio Araújo empatou, em posição de impedimento, após um bate-rebate na área no qual uma cabeçada do zagueiro Wallace acertou a trave. Para a loucura vascaína: "Vice de Novo!".

Os campeões de 2014

O 34º título carioca veio três anos depois, num momento no qual o Flamengo vivia em plena recuperação financeira, com suas contas e suas receitas muito melhores do que a de seus rivais.


Time titular em 2017: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Willian Arão, Diego e Éverton; Berrio e Guerrero. Téc: Zé Ricardo.

O campeonato voltou a ser disputado em dois turnos, porém, desta vez, com os títulos de turno tendo mero valor simbólico. Os quatro melhores de turno e returno faziam semi-finais. O Flamengo foi campeão invicto, vencendo a Boavista, Nova Iguaçu, Macaé, Madureira, Portuguesa, Resende, Bangu e Botafogo, e empatando com Volta Redonda, Vasco e Fluminense. Na Taça Guanabara, o time rubro-negro venceu ao Vasco na semi-final e empatou com o Fluminense na final, sendo derrotado nos pênaltis. Na Taça Rio, caiu na semi-final com um empate perante o Vasco, que tinha a vantagem do resultado igual. Em qualquer outra edição na história do Campeonato Carioca até ali, isto teria sido a eliminação, mas não nesta. Na semi-final do Carioca, venceu o Botafogo. Na final, em dois jogos contra o Fluminense, venceu o primeiro por 1 x 0, e ia perdendo o segundo pelo mesmo placar até os 40 do segundo tempo, quando o centroavante peruano Paolo Guerrero empatou, impedindo o jogo de ir à decisão por pênaltis. Nos acréscimos ainda deu tempo do lateral-direito Rodinei dar a vitória por 2 x 1, garantindo o título.

Os campeões invictos de 2017


Nenhum comentário:

Postar um comentário