quinta-feira, 8 de março de 2018

A História: Flamengo vs Fluminense



O Fluminense era o Campeão Carioca de 1911, e então um desentendimento entre o time e a diretoria fez com que os jogadores procurassem a turma do clube de regatas da Praia do Flamengo, que ainda não competia no futebol, era apenas um clube de remo. Proposta aceita e o Departamento de Futebol do Flamengo era criado em 1912. No mesmo ano, no Carioca de 1912, eram disputados os primeiros duelos entre os rivais. No primeiro encontro, em 7 de julho, pelo turno, quem levou a melhor foi o Fluminense, por 3 x 2. Daí para frente, nos 7 duelos seguintes quem levou a melhor foi o Flamengo. No returno, no mesmo Estádio das Laranjeiras, local do primeiro encontro, o time rubro-negro goleou por 4 x 0. No Carioca de 1913, vitórias em vermelho e preto por 6 x 3 e 3 x 0. Em 1914, um amistoso foi 2 x 0, e pelo Carioca, vitórias por 3 x 2 e 2 x 1. Foi nesta vitória que o Flamengo, com gols de Riemrer e Borgerth, com uma rodada de antecipação, garantiu o título carioca de 1914, o primeiro de sua história. Atenção para a data: 15 de novembro, aniversário do Flamengo, o clube completava 17 anos de vida.

Jogo Histórico
15.11.1914 - Flamengo 2 x 1 Fluminense

No Carioca de 1915, em 9 de maio, o time rubro-negro não perdoou, jogando nas Laranjeiras, goleou por 5 x 0, gols de Riemer, duas vezes, Borgerth, Baiano e do inglês Sidney Pullen. No returno, um empate por 1 x 1. Em 1916, dois empates em jogos amistosos (2 x 2 e 0 x 0), vitória do Fla no turno (4 x 1) e vitória do Flu no returno (3 x 1). Em 1917, um amistoso com empate em 3 x 3, e no Carioca uma vitória tricolor por 2 x 0 e um empate por 2 x 2. No Carioca de 1918, quase uma repetição, vitória tricolor por 3 x 0 e um empate por 2 x 2. No Carioca de 1919, supremacia das três cores, com um 3 x 1 e uma goleada por 4 x 0. Na década de 1910, no total dos encontros entre Fla e Flu, foram 9 vitórias do Flamengo, 5 empates e 6 vitórias do Fluminense.


No Anos 1920, o histórico do confronto se manteve ainda mais equilibrado, com 6 vitórias rubro-negras, 9 empates e 5 vitórias tricolores. No Carioca de 1920, deu Fla 2 x 1 na Rua Paissandu, e empate em 2 x 2 nas Laranjeiras, em jogo que garantiu o título invicto do Flamengo. Em 1921, Fla 4 x 3 nas Larajeiras e empate em 1 x 1 na Rua Paissandu. Em 1922, Flu 1 x 0 e empate por 1 x 1. Em 1923, dois empates (1 x 1 e 2 x 2). Em 1924, Fla 4 x 2 e empate em 1 x 1. Em 1925, Flu 3 x 1 e novo empate em 1 x 1. Em 1926, Fla 2 x 0 e novo empate em 1 x 1. Em 1927, Fla 1 x 0 e novo empate em 1 x 1. Em 1928, uma vitória expressiva para cada lado: Flu 4 x 1 e Fla 3 x 1. Assim quebrou-se a sequência de embates em Carioca nos quais pelo menos um dos dois jogos terminava em empate, quase sempre por 1 x 1. Em 1929, para fechar a década, o Fluminense venceu duas vezes por 1 x 0 no Carioca daquele ano.


Foi nos Anos 1930 que o Jornal dos Sports, sob a liderança de Mário Filho, elevou o clássico a uma nova dimensão em termos de mística. Sempre com o auxílio da dramaturgia e da poesia de seu irmão Nélson Rodrigues, quem disse "o primeiro Fla-Flu aconteceu cinco minutos antes do nada".

Em 1930, o Fla venceu um amistoso por 4 x 2, mas na hora mais válida, pelo Carioca, foi o Flu quem venceu duas vezes (1 x 0 e 2 x 0). Em 1931, uma vitória para cada lado: Flu 2 x 1 e Fla 1 x 0. Em 1932, goleada rubro-negra por 4 x 0, com três gols de Nélson, no Estádio da Rua Paissandu, seguido por um empate por 1 x 1. Em 1933, o Flamengo venceu um amistoso por 2 x 1, e depois venceu no turno do Carioca por 3 x 1. No returno deu Flu, 2 x 0.

Em 1934, seis confrontos. Pelo Carioca, Fla 3 x 1 e empate por 2 x 2. Em dois amistosos, duas vitórias tricolores, por 3 x 2 e 2 x 0. Já no Torneio Extra do Rio de Janeiro, três vitórias rubro-negras, a última delas já em 1935: 2 x 0, 2 x 1 e 2 x 1. Em 1935 ainda houve o Torneio Aberto do Rio de Janeiro, no qual o Fla-Flu acabou num empate sem gols. Pelo Carioca, três confrontos, com duas vitórias tricolores (3 x 1 e 2 x 1) e um empate por 2 x 2. No fim do ano, num amistoso, mais uma vitória tricolor, 2 x 1.

Em 1936 houve nada menos do que 10 Fla-Flus. Num amistoso, 2 x 2, depois dois empates pelo Torneio Aberto, 2 x 2 e 1 x 1, de pois uma vitória rubro-negra por 1 x 0, com gol do argentino Sá, que deu o título do Torneio Aberto para o Flamengo. No Carioca, a sequência teve Fla 2 x 0, Flu 2 x 1, um 1 x 1 e um 2 x 2. Os dois rivais foram à final do Carioca, e o título foi tricolor. No primeiro jogo, uma goleada por 4 x 1 praticamente garantiu a conquista (gol rubro-negro neste dia marcado pelo alemão Fritz Engel). No segundo jogo, um empate por 1 x 1 e troféu para o Fluminense.

Jogo Histórico
23.12.1936 - Fluminense 4 x 1 Flamengo

Em 1937 foram três confrontos e três vitórias tricolores seguidas: 4 x 3 num amistoso, uma nova goleada por 4 x 1 valendo pelo Torneio Aberto, e um 1 x 0 pelo turno do Carioca. O jogo do returno foi disputado já em 1938, e foi empate, 1 x 1. Na sequência mais três vitórias tricolores consecutivas: pelo Torneio Municipal do Rio de Janeiro, 1 x 0 e 3 x 0, e pelo Carioca foi 2 x 0. O Fluminense conseguiu, portanto, uma sequência de sete jogos sem ser derrotado pelo Flamengo, com 6 vitórias e 1 empate, construindo um momento de hegemonia na história do duelo. No returno do Carioca de 38, o Flamengo interrompeu a sequência, goleando por 5 x 2, com dois gols de Leônidas da Silva e outros dois do argentino Alfredo Gonzalez.

O primeiro destes dois confrontos pelo Carioca de 1938, o que terminou em vitória tricolor por 2 x 0, marcou o primeiro Fla x Flu jogado no Estádio da Gávea. Já os 5 x 2 foram no campo do Fluminense, nas Laranjeiras. Curiosamente, de outubro de 1932 a julho de 1938, dos 32 confrontos entre os rivais, 30 deles foram jogados no Estádio das Laranjeiras. Sem estádio próprio, pois havia perdido o Estádio da Rua Paissandu, o Flamengo mandou os outos dois, um em 1935 e outro em 1936 no campo do América, no Estádio da Rua Campos Sales, na Tijuca.

Em 1939, houve um empate por 2 x 2, e depois o Flamengo venceu duas vezes seguidas por 2 x 1. No total acumulado durante os Anos 1940, com um sensível de aumento na quantidade de duelos frente às décadas anteriores, houve uma ligeira vantagem do Fluminense, foram 14 vezes que deu Fla, 12 empates, e 17 vezes que deu Flu. No histórico acumulado de 1912 a 1939: 29 vitórias do Flamengo, 26 empates, e 28 vitórias do Fluminense. Equilíbrio total!


Os Anos 1940 mantiveram a disputa acirrada e o equilíbrio do confronto. Os três primeiros confrontos da década acabaram todos 2 x 1, os três válidos pelo Carioca de 1940, com duas vitórias rubro-negras e uma tricolor. Em 1941, houve dois amistosos (Flu 3 x 2, e 1 x 1) e quatro confrontos válidos pelo Campeonato Carioca, o Fla venceu primeiro por 3 x 1 e depois por 4 x 1, em dia de três gols de Silvio Pirilo. O Fluminense venceu o seguinte por 4 x 2, o que lhe valeu o título, não naquele jogo, mas no seguinte, um empate em 2 x 2 no Estádio da Gávea, que ficou eternizado como o "Fla-Flu da Lagoa", que deu o título de 1941 para o Fluminense (o bicampeonato). E num ano em que o Flamengo vinha arrasador, goleando vários adversários. Entretanto, o Flamengo perdeu o título porque não conseguiu bater o Botafogo (em quatro confrontos naquele campeonato, o Flamengo perdeu 3 e empatou 1). Se a história houvesse sido outra contra os alvi-negros, o Fluminense não teria entrado com a vantagem do empate no jogo em que ficou chutando bolas para a Lagoa Rodrigo de Freitas, ganhando tempo, já que não havia bolas reservas, até que os remadores do Flamengo entrassem na lagoa para recuperá-las.

Jogo Histórico
23.11.1941 - Fluminense 2 x 2 Flamengo

Em 1942 houve um empate sem gols num amistoso, depois no Carioca deu primeiro Flu 2 x 1 e depois Fla 1 x 0. No último jogo, um empate por 1 x 1 garantiu o título rubro-negro. Foi a vingança do "Fla-Flu da Lagoa", que dera o título de 1941 para o Fluminense dentro da Gávea. Desta vez, jogando nas Laranjeiras, bastava um empate para o Flamengo ser campeão. E ele saiu graças a um gol de Pirilo. O Flamengo havia começado a temporada mal, mas se recuperou. Terminou o ano com uma série de 23 jogos sem perder, a maior invencibilidade de sua história até então. Inclui-se nela uma série de 15 vitórias consecutivas no Carioca e uma excursão invicta a São Paulo após o título. No fim do ano, ainda houve um amistoso, que terminou num empate por 1 x 1.

Em 1943, no Torneio Relâmpago o Fluminense goleou por 5 x 1, a maior goleada do Flu sobre o Fla na história, numa partida nas Laranjeiras. Maracaí três vezes, Carreiro e Adilson fizeram, e Pirilo descontou. Depois num amistoso, houve vitória rubro-negra por 1 x 0. No Torneio Municipal, o Flu venceu por 3 x 1. No Carioca, vitória rubro-negra por 2 x 0 e empate em 2 x 2.

Jogo Histórico
24.03.1943 - Fluminense 5 x 1 Flamengo

Em 1944, form quatro Fla-Flus em quatro estádios diferentes. O primeiro do ano valeu pelo Torneio Relâmpago, foi disputado no Estádio de General Severiano (do Botafogo), e terminou Fla 3 x 1. O segundo valeu pelo Torneio Municipal, e foi jogado no Estádio de São Januário (do Vasco), deu Flu 1 x 0. Pelo Carioca de 44, no turno, o jogo foi no Estádio das Laranjeiras, e terminou num empate sem gols. No returno, jogo histórico, pois, no Estádio da Gávea, o Flamengo goleou impiedosamente por 6 x 1, com dois gols de Pirilo, e Tião, o paraguaio Modesto Bria, Jayme de Almeida e Zizinho fechando a goleada. A acachapante vitória por 6 a 1 na penúltima rodada foi crucial para a conquista do primeiro Tri-Carioca (1942-43-44) do Flamengo. O jogo teve sabor de final. No início da rodada, o Vasco tinha 24 pontos, o Flamengo 24 e o Botafogo, ainda com esperanças, tinha 22. O Vasco jogava com o Bangu em São Januário, o Botafogo com o São Cristóvão em General Severiano, e o Fla-Flu agitaria a Gávea. O Vasco fez 4 x 3 no Bangu (foi a 26 pontos) e o Flamengo 6 x 1 no Flu (também a 26). O Botafogo também venceu (foi a 24), mas ficou sem chances do título, porque Flamengo e Vasco se enfrentavam na última rodada na Gávea (o gol do argentino Agustin Valido deu o título ao time rubro-negro).

Jogo Histórico
22.10.1944 - Flamengo 6 x 1 Fluminense

Em 1945, o Fluminense também goleou, fazendo 4 x 0, pelo Torneio Relâmpago, em jogo disputado em São Januário. Mas então, também no estádio do Vasco, dois meses depois, foi o Flamengo quem voltou a conquistar um resultado histórico, valendo pelo Torneio Municipal: Flamengo 7 x 0 Fluminense, com quatro golsde Silvio Pirilo, dois de Tião e um de Adilson. Foi a maior goleada aplicada pelo Flamengo no clássico contra o tricolor das Laranjeiras. No 2º semestre, pelo Campeonato Carioca, uma vitória rubro-negra por 2 x 1 e um empate em 1 x 1. Em 1946, no Torneio Relâmpago deu Flu 3 x 2, no Torneio Municipal deu Flu 3 x 1. Foi uma época de goleadas. Pelo Carioca de 46, o primeiro confronto foi Fla 5 x 2 (dois gols de Pirilo, carrasco tricolor), e o segundo confronto foi Flu 5 x 2, vingando-se rapidamente pelo mesmo placar. O terceiro duelo naquele campeonato foi 1 x 1, e no quarto, houve mais uma goleada do Fluminense, desta vez por 4 x 1. Em 1947, pelo Torneio Municipal foi Fla 2 x 1, num amistoso em Recife, Pernambuco, houve um empate por 1 x 1, e no Carioca foram mais dois empates (1 x 1 e 3 x 3). Houve uma sequência de 5 Fla-Flus consecutivos que terminaram empatados, pois em 1948, no Torneio Municipal o jogo foi 1 x 1, placar que se repetiu na partida válida pelo turno do Carioca, no returno o Fla venceu por 2 x 1.

Jogo Histórico
10.06.1945 - Flamengo 7 x 0 Fluminense

Em 1949, dois amistosos em janeiro, um em Fortaleza e outro em Salvador, terminaram com uma goleada para cada lado: Flu 5 x 2 e Fla 5 x 0. Depois dois amistosos entre maio e junho terminaram Fla 3 x 0 e um empate em 1 x 1 (este jogado em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul). No Carioca daquele ano, vitória tricolor no turno por 2 x 1, e mais um empate por 1 x 1 no returno.

Os Anos 1940 foram o ápice do Fla-Flu na história, emergindo como o primeiro grande clássico do futebol brasileiro, em tempos muito mais românticos na sociedade brasileira, que lhe deram uma mística toda especial. O clássico das cores místicas, o vermelho e o preto contra o verde, grená e branco. Nos Anos 1940, foram 16 vitórias do Flamengo, 16 empates e 14 vitórias do Fluminense.


Já nos anos 1950, foram 16 vitórias do Fluminense e 14 vitórias do Flamengo, invertendo-se frente ao desempenho nos Anos 1940, porém com um frequência bem menor de empates, que aconteceram só 4 vezes. No acumulado histórico de 1912 a 1959, muito equilíbrio, havendo sido 59 vitórias do Flamengo, 46 empates, e 58 vitórias do Fluminense.

Em 1950 houve um 2 x 1 para cada lado, a favor do Fla pelo Torneio Rio-São Paulo, e a favor do Flu pelo Carioca, jogo este, em 22 de outubro de 1950, que representou o primeiro Fla-Flu jogado no Maracanã. O jogo do returno do Carioca aconteceu só no início de 1951, e terminou numa goleada rubro-negra por 5 x 2, com três gols de Durval. Impressionante a frequência deste improvável placar, 5-2, na história deste confronto, o charmoso Fla-Flu. Nos outros jogos em 1951, três vitórias consecutivas do Fluminense, pelo Torneio Municipal venceu por 2 x 1, e pelo Carioca venceu duas vezes por 1 x 0. No Torneio Rio-São Paulo de 1952, uma quarta vitória consecutiva, 3 x 2. Pelo Carioca, o Flamengo venceu duas vezes (3 x 0 e 3 x 1). No Rio-São Paulo de 1953, um empate em 1 x 1. No Carioca, o Flu venceu primeiro, por 3 x 2, depois vieram duas vitórias rubro-negras seguidas, pelo mesmo placar, 2 x 1.

Em 1954, o Flu venceu no Rio-São Paulo, 1 x 0, depois, num amistoso, mais uma vez aparecia um 5 x 2 na história do confronto, mais um a favor do Flamengo. No Carioca, dois empates (0 x 0 e 3 x 3) e uma vitória tricolor (3 x 0). No Rio-São Paulo de 1955, Flu 3 x 1. No turno do Carioca, Flu 2 x 1. No returno, mais uma histórica goleada rubro-negra por 6 x 1, com três gols do centroavante Paulinho e dois do garoto Dida. Uma vitória esplendorosa para coroar a campanha rubro-negra no segundo Tri-Carioca do Flamengo (1953-54-55). Ainda houve um terceiro Fla-Flu naquele campeonato, que terminou com um 3 x 2 para o Fluminense.

Jogo Histórico
17.12.1955 - Flamengo 6 x 1 Fluminense

No Carioca de 1956, duas vitórias do Flamengo por 1 x 0. Em 1957, um amistoso terminou com mais uma goleada rubro-negra por 4 x 1. Depois se seguiram três vitórias tricolores: 2 x 1 no Torneio Rio-São Paulo, e 3 x 1 e 2 x 1 no Carioca. Em 1958, no RJ-SP o Fla venceu por 1 x 0. No Carioca, Fla 2 x 1 e Flu 3 x 1. Em 1959, Fla 2 x 0 pelo Rio-São Paulo, um empate sem gols no turno do Carioca, e Flu 2 x 0 no returno.


Se até ali, a história do duelo havia sido marcada pelo equilíbrio, nos Anos 1960 o Flamengo sobrou e imperou no confronto. Teve uma sequência de 9 jogos sem perder para o rival entre 1961 e 1964, e duas sequências de 10 jogos sem perder para o Flu, uma de 1964 a 1966, e outra de 1966 a 1968. No total de Fla-Flus neste decênio, foram 19 vitórias do Flamengo, 16 empates e 7 vitórias do Fluminense. O rubro-negra obteve uma margem de 12 virórias a mais no acumulado entre 1960 e 1969.

Em 1960, Fla 3 x 2 no RJ-SP, e no Carioca foi 1 x 1 e Fla 3 x 1. Em 1961, Flu 2 x 0 no Rio-São Paulo e 4 x 3 no Carioca, que ainda teve um empate sem gols e uma goleada, mais uma, de 4 x 1 do Flamengo, dia em que Dida marcou três vezes. Em 1962, três vitórias rubro-negras por 1 x 0, uma no Rio-SP e duas no Carioca. Em 1963, Fla 2 x 0 pelo Rio-São Paulo, a quinta vitória consecutiva sobre o rival. Depois uma sequência de três empates, dois 0 x 0 pelo Carioca da 63 e um 1 x 1 pelo Rio-São Paulo de 64. Um destes empates sem gols foi histórico, um resultado que garantiu ao Flamengo o título Carioca de 1963, mas historicamente marcante porque o Maracanã recebeu 177 mil pagantes, sendo este jogo o recorde histórico de público em partida entre clubes. Seu público, na história, só perde para Brasil x Uruguai, de 1950, e Brasil x Paraguai, de 1969.

Jogo Histórico
17.12.1963 - Flamengo 0 x 0 Fluminense  

Em agosto de 64, pelo Carioca, o Flu venceu por 1 x 0, conseguindo interromper a série invicta em Fla-Flus do rival. No returno, um empate (3 x 3). Em 1965, pelo Rio-São Paulo foram dois jogos, Fla 1 x 0 e um empate sem gols. Pela Taça Guanabara (torneio que então era independente do Carioca), mais dois empates (0 x 0 e 2 x 2). Pelo Carioca, um empate sem gols, e uma vitória rubro-negra por 2 x 1. Com esta vitória sobre o Fluminense, o Flamengo já não podia mais ser alcançado pelo Bangu, vice-líder do campeonato, comemorando assim o título do 4º Centenário, numa noite de grande festa no Maracanã.

Jogo Histórico
12.12.1965 - Flamengo 2 x 1 Fluminense

Pelo Torneio Rio-São Paulo de 1966, no Maracanã, o Flamengo aplicou mais um 4 x 1 sobre o rival, em dia de três gols de Silva. Depois, um amistoso em Goiânia teve um empate por 2 x 2. No Carioca o Flamengo venceu duas vezes (4 x 2 e 1 x 0), na Taça Guanabara venceu de novo (2 x 1). Em 13 de outubro de 1968, pelo Campeonato Brasileiro, o Flu conseguiu interromper mais uma série invicta em Fla-Flus do rival, vencendo por 1 x 0. A partir dali, a hegemonia rubro-negra seria quebrada e o equilíbrio voltaria a marcar a história do clássico.

Em 1969, cinco duelos. Pelo Carioca, um empate sem gols e mais uma vitória tricolor (3 x 2), tendo esta assegurado com uma rodada de antecipação o título do Carioca daquele ano para o Flu. Na Taça Guanabara, uma vitória do Fla (2 x 1) e outro empate sem gols. Pelo Campeonato Brasileiro, um resultado histórico para a torcida do Fluminense, com uma goleada por 4 x 1 no Maracanã, diante de 68 mil pagantes, com três gols de Lula e um de Flávio, e com Galhardo contra marcando o tento rubro-negro (ou seja, num dia no qual nenhum jogador do Flamengo balançou as redes).

Jogo Histórico
28.09.1969 - Fluminense 4 x 1 Flamengo



Em 1970, pela Taça Guanabara, uma vitória rubro-negra por 1 x 0 e um empate por 1 x 1, jogo que assegurou pela primeira vez o título desta competição para o Flamengo. No Carioca de 70, duas vitórias do Fluminense por 2 x 0, e no Campeonato Brasileiro, um empate em 1 x 1. Em 1971, no Carioca foram dois empates (0 x 0 e 1 x 1) e uma vitória do Flu por 2 x 0. Na Taça Guanabara, em sua última edição como uma competição independente, passando a partir de 1972 a ser o 1º turno do Campeonato Carioca, nova vitória tricolor: 3 x 1. No Campeonato Brasileiro: Flu 1 x 0. Em dois amistosos no fim do ano, um empate sem gols em Aracaju e uma goleada tricolor por 4 x 1. O Fluminense encaixou uma sequência de 11 jogos sem perder para o Flamengo, com 6 vitórias e 5 empates.

Em 1972, valendo o título da Taça Guanabara, que pela primeira vez era o turno do Carioca, o Flamengo goleou no Maracanã por 5 x 2, em tarde de três gols de Caio Cambalhota. No returno, Flu 1 x 0. E no triangular final, um empate sem gols e uma vitória rubro-negra por 2 x 1, gols rubro-negros do argentino Doval e de Caio Cambalhota. Com a vitória sobre o tricolor, o Flamengo faturou o triangular final (Fla, Flu e Vasco) e o título do Campeonato Carioca de 1972, interrompendo um jejum de seis anos sem título. Zagallo era o treinador, num time que tinha Renato, Reyes, Liminha, Zé Mário, Doval, Caio e Paulo César Caju.

Jogo Histórico
22.04.1972 - Flamengo 5 x 2 Fluminense


Jogo Histórico
07.09.1972 - Flamengo 2 x 1 Fluminense

No Campeonato Brasileiro de 1972, o Flu venceu por 1 x 0. Em 1973, no Carioca foram quatro duelos: Fla 2 x 1, 0 x 0, Flu 1 x 0 e Flu 4 x 2. No Brasileiro, Flu 2 x 1. Em 1974, um amistoso em Brasília terminou num empate sem gols, com decisão nos pênaltis vencida pelo Flu por 5 x 4. No Brasileiro, um novo empate sem gols. No Carioca: Flu 2 x 1, 0 x 0 e Fla 2 x 1. Em 1975, um amistoso no começo da temporada voltou a terminar num empate sem gols, indo a pênaltis, desta vez vencido por 5 x 4 pelo Fla. No Carioca, um empate (1 x 1) e duas vitórias do Flamengo por 2 x 1. No Brasileiro, quem venceu foi o Fluminense: 3 x 0.

Em 1976, a temporada começou com um amistoso no Maracanã com vitória rubro-negra implacável 4 x 1, com quatro gols de Zico. Depois uma sequência de três empates no Campeonato Carioca. E no Campeonato Brasileiro, venceu o Flu por 1 x 0. Em 1977, um amistoso no início da temporada deu Fla 3 x 1, no Carioca teve duas vitórias do Fla por 2 x 0, em novo amistoso, este em Juiz de Fora, deu Flu 2 x 1. Pelo Campeonato Brasileiro, o Flu também venceu por 2 x 1, exatamente no dia de seu aniversário de fundação, quando então completava 82 anos, a derrota do Fla para o Flu interrompeu uma série invicta de 31 jogos do time rubro-negro.

Em 1978, no Brasileiro o Fla venceu por 1 x 0. Depois os clubes se enfrentaram no Estádio Riazor, em La Coruña, na Espanha, pelo Troféu Tereza Herrera. Empataram sem gols, e nos pênaltis o Fla venceu por 3 x 1. Pelo Carioca, o Flu venceu a primeira, e depois o Fla goleou por 4 x 0, com dois gols de Zico e dois de Cláudio Adão. Num amistoso, ainda houve vitória rubro-negra por 2 x 1. Em 1979, dois Campeonatos Cariocas, o último organizado pela FCF e o primeiro organizado pela FERJ. No primeiro, dois empates por 1 x 1. No segundo, o Fla venceu por 2 x 1 e 1 x 0, e o Flu venceu por 3 x 0.

No acumulado dos Anos 1970 foram 16 vitórias do Flamengo, 18 empates, e 18 vitórias do Fluminense.


Em 1980 houve outra edição de Taça Guanabara independente do Campeonato Carioca, o Fla-Flu nela terminou 2 x 0 para o Flamengo. No Carioca de 80, dois jogos e dois empates. Em 1981, três duelos pelo Carioca, Flu 2 x 1, empate por 1 x 1, e Fla 3 x 1. Em 1982, dois jogos pelo Carioca: Fla 3 x 0 e Flu 1 x 0.

Um capítulo novo na história do Fla-Flu foi escrito em 1983. No 1º turno, um empate sem gols, no 2º turno houve vitória rubro-negra por 2 x 1. No jogo que valia o título de Carioca, o Flamengo jogava por um empate para se sagrar campeão estadual. Era a plena Era de Ouro da história do Flamengo. Um empate sem gols perdutou até os 46 minutos do 2º tempo, quando Assis penetrou pelolado da área e colocou a bola entre a trave e o goleiro Raul, Fluminense Campeão Carioca!

Jogo Histórico
11.12.1983 - Fluminense 1 x 0 Flamengo

Em 1984, o jogo que definiu o campeão da Taça Guanabara, na verdade Penta-campeão (1980-1981-1982-1983-1984), terminou 1 x 0 para o Flamengo, gol de Adílio. No Carioca o Flu venceu primeiro por 2 x 1, e depois, valendo o título de Campeão Carioca de 1984, o jogo terminou novamente 1 x 0 para o Fluminense, mais uma vez com gol de Assis, que, de cabeça, superou ao goleiro argentino Fillol. Flu Bi-campeão!

Jogo Histórico
16.12.1984 - Fluminense 1 x 0 Flamengo

Pelo Campeonato Brasileiro de 1985, dois empates. No Carioca de 85, mais três empates. Nos cinco Fla-Flus disputados em 1985, todos os cinco terminaram empatados. Num deles, pelo triangular final disputado entre Flamengo, Fluminense e Bangu, com um antológico gol de Leandro já nos descontos, com um chutaço de fora da área.

Em 1986, logo no começo do Campeonato Carioca, no jogo que marcava a volta de Zico aos campos de futebol após a fratura na perna sofrida em 1985 pela entrada violenta do lateral-direito Márcio Nunes, do Bangu, uma noite histórica no Maracanã. Zico balançou as redes três vezes, numa delas num dos mais bonitos gols de falta de sua carreira, e o Fla goleou por 4 x 1. No returno, nova vitória rubro-negra: 1 x 0. Pelo Campeonato Brasileiro, dois confrontos, um empate sem gols, e uma vitória tricolor por 1 x 0.

Jogo Histórico
16.02.1986 - Flamengo 4 x 1 Fluminense

Em 1987, os dois primeiros duelos, pelo Carioca, terminaram empatados, um terceiro ainda no Estadual, terminou Fla 1 x 0. No Campeonato Brasileiro, foi o Flu quem venceu por 1 x 0. Em 1988, no Carioca o Flu venceu mais uma vez por 1 x 0, e depois houve dois empates sem gols; no Campeonato Brasileiro deu Fla 1 x 0.

Em 1989 foram três encontros, todos vencidos pela camisa vermelha e preta, e dois dos três com goleada, no total 10 gols do Flamengo e nenhum do Fluminense naquele ano. Pelo turno do Carioca, deu Fla 4 x 0, gols de Zé Carlos Segundo, Aldair, Alcindo e Bebeto. No returno, Fla 1 x 0. No Campeonato Brasileiro, o jogo no Estádio Municipal de Juiz de Fora marcou a despedida de Zico em partidas oficiais com a camisa do Flamengo. De falta, mais uma vez magistralmente, o camisa 10 do Fla abriu a contagem, cobrança precisa, no ângulo, naquela tarde de sol na qual Renato Gaúcho, Bujica, Uidemar e o jovem meia Luís Carlos fecharam o placar: Flamengo 5 x 0 Fluminense. Despedida com estilo, goleada sobre o Fluminense. Fechou-se as cortinas de uma era que deixaria muitas saudades nos corações rubro-negros.

Jogo Histórico
16.02.1989 - Flamengo 5 x 0 Fluminense

No acumulado de Fla-Flus nos Anos 1980, foram 12 vitórias do Flamengo, 14 empates, e 8 vitórias do Fluminense. Equilíbrio mantido, mas de forma invertida, durante os Anos 1990, quando o Fluminense teve 16 vitórias, houve 14 empates, e o Flamengo venceu 13 vezes.


Em 1990, pelo Carioca houve um empate em 1 x 1 e uma vitória do Flu por 1 x 0, e no Brasileiro uma vitória do Fla por 2 x 1. Este placar se repetiu a favor do rubro-negro no embate pelo Brasileiro de 1991. Em jogo pela Taça Estado do Rio de Janeiro, torneio extra, voltou a dar Fla 2 x 1. No primeiro jogo do Carioca quem fez 2 x 1 foi o Flu. No returno, um empate sem gols. Na decisão do Carioca de 91, o primeiro jogo teve um empate em 1 x 1, e no segundo, uma vitória rubro-negra por 4 x 2 deu o título estadual ao Flamengo, Uidemar, Gaúcho, Zinho e Júnior marcaram para o Fla, e Ézio duas vezes fez para o Flu.

Em 1992 os times empataram por 1 x 1 no Brasileiro. Na Taça Estado do Rio de Janeiro: Flu 2 x 1. No Carioca, Fla 2 x 1 e Flu 1 x 0. Em 1993, no Carioca, Flu 2 x 1 e Fla 3 x 2 (de virada após estar perdendo por 2 a 0). No Torneio Rio-São Paulo: empate por 1 x 1, e Flu 3 x 2. E na Taça Estado do Rio de Janeiro, empate por 1 x 1. Em 1994, no Campeonato Carioca teve Flu 4 x 2, Fla 3 x 1 e Flu 2 x 0. No Campeonato Brasileiro, Flu 3 x 0.

No Carioca de 1995, em 12 de fevereiro, Romário fez sua estreia em jogos oficiais com a camisa do Flamengo num empate sem gols no Maracanã. Depois o Fluminense venceu por 3 x 1 e por 4 x 3. Na quarta vez que os rivais se enfrentaram naquele campeonato, do Ano do Centenário do Flamengo, o empate daria o título ao rubro-negro. O inesquecível "Fla-Flu do Gol de Barriga". Na Gávea, a expectativa por se conquistar o título carioca no ano do centenário era enorme. O Fluminense, com um time bem mais modesto que o do Flamengo, chegou à final embalado, e sem ter perdido para o rubro-negro em três embates, porém a vantagem do empate era vermelha e preta. O tricolor fez 2 a 0 no primeiro tempo. Parecia que o Flamengo estava definitivamente abatido. Mas no segundo tempo, houve a recuperação rubro-negra, a equipe treinada por Vanderlei Luxemburgo foi buscar o empate, com gols de Romário e Fabinho. Com o empate, a 15 minutos do fim, a torcida do Flamengo começou a comemorar e festejar, acreditando que a conquista estava selada. Porém, há cinco minutos do fim, uma saída de contra-ataque encontrou a lateral-esquerda da defesa rubro-negra completamente desguarnecida. Ailton, ex-rubro-negro, penetrou livre e, já dentro da área, deu um corte seco em Charles Guerreiro, batendo para o meio. Renato Gaúcho, outro ex-rubro-negro, vinha entrando livre pela pequena área. A bola bateu em sua barriga e entrou. Flu 3 a 2.

Jogo Histórico
25.06.1995 - Fluminense 3 x 2 Flamengo

No Brasileiro de 95, um empate sem gols. Em 1996, pela Taça Cidade Maravilhosa, outro torneio extra pré-Estadual, o Fla venceu por 2 x 1. No Carioca, um 2 x 2, e uma vitória do Fla por 1 x 0. No Brasileiro, vitória do Fla por 3 x 1. No Carioca de 1997: 1 x 1, Flu 3 x 2, e Flu 2 x 0. Num amistoso em Brasília, Fla 2 x 1. No Brasileiro 97: de novo Fla 2 x 1. Em 1998, pelo Torneio Rio-São Paulo aconteceram dois empates. No Carioca, um novo empate, e um "WO" duplo, decorrente da briga política da dupla Fla-Flu com a FERJ, federação de futebol do Rio. Em 1999, num amistoso no Maracanã, deu Fla 5 x 3. Pelo Carioca daquele ano, um empate por 1 x 1, e depois Flu 2 x 0.


Nos Anos 2000, mantinha-se o equilíbrio. Foram 15 vitórias do Flamengo, 12 empates e 12 vitórias do Fluminense.

Em 2000, um amistoso deu Fla 1 x 0, depois no Carioca mais duas vitórias do Fla, 2 x 1 e 3 x 2. No Brasileiro, empate por 1 x 1. E,m 2001, um empate e uma vitória rubro-negra por 2 x 0 no Carioca, e uma vitória por 1 x 0 do Flu no Brasileiro. Em 2002, pelo Torneio Rio-São Paulo foi Flu 2 x 1, pelo Carioca, um 2 x 1 do Fla e uma goleada de 4 x 1 do Flu. Pelo Campeonato Brasileiro, mais uma vez apareceu uma 5 x 2 na história do confronto, este a favor do Flamengo.

Em 2003, o Flamengo não venceu nenhuma vez no Carioca. O primeiro jogo foi 3 x 0 pro Flu, o segundo um empate em 1 x 1, e o terceiro uma goleada tricolor por 4 x 1, gols de Ademilson duas vezes, Alex Oliveira e Fábio Bala. No Campeonato Brasileiro, porém, foi o Fla que venceu duas vezes, e devolvendo a goleada. Logo no turno, o Fla fez 4 x 1, com Zé Carlos duas vezes, Fábio Baiano e Fernando Baiano. No returno, Fla 1 x 0.

Em 2004, o Fluminense recebeu forte aporte financeiro da Unimed, e contratou vários jogadores renomados. O time rubro-negro, mais acanhado, não se intimidou, vencendo duas vezes: 4 x 3 e 3 x 2. No Brasileiro, duas vitórias tricolores por 2 x 1. Em 2005, no Carioca houve um empate por 2 x 2 e uma goleada do Fluminense por 4 x 1 na final da Taça Rio, 2º turno do Carioca. Os gols tricolores foram de Tuta, Leandro, Alex e Preto Casagrande, com Zinho descontando para o time rubro-negro nos acréscimos. No Brasileiro, foram dois empates (0 x 0 e 2 x 2). Em 2006, no Carioca um novo empate por 2 x 2. Depois, no Campeonato Brasileiro, o Flu venceu no turno por 1 x 0. No returno, o Flamengo goleou, devolvendo os 4 x 1 sofridos no Carioca do ano anterior, com dois gols de Renato Abreu e dois de Obina, com Tuta descontando.

Jogo Histórico
03.04.2005 - Fluminense 4 x 1 Flamengo


Jogo Histórico
03.10.2006 - Flamengo 4 x 1 Fluminense

Em 2007, no Carioca Flu 2 x 1, e no Brasileiro Fla 1 x 0 no turno, e Flu 2 x 0 no returno. No Carioca de 2008, o Fluminense voltou a aplicar uma goleada de 4 x 1 sobre o Flamengo, com três gols de Thiago Neves e um de Maurício, com Kléberson descontando para o time rubro-negro. No Brasileiro 2008, Fla 1 x 0 e um empate por 2 x 2. Em 2009, um empate (1 x 1) e uma vitória rubro-negra (1 x 0) no Carioca, um empate sem gols e depois Fla 2 x 0 no Brasileiro, e pela Copa Sul-Americana, dois empates pela 1ª fase (0 x 0 e 1 x 1) e o Fluminense avançando por ter marcado um gol quando o mando era rubro-negro, mesmo com os dois jogos tendo sido no mesmo estádio, o Maracanã.

Jogo Histórico
10.02.2008 - Fluminense 4 x 1 Flamengo



Nos Anos 2010, o Flamengo conseguiu voltar a ter um decênio com ampla vantagem no confronto direto frente ao Fluminense, similar ao que havia ocorrido nos Anos 1960, quando o rubro-negro teve 12 vitórias a mais que os tricolores no duelo.

O primeiro Fla-Flu deste decênio foi um jogaço, cheio de emoções e reviravoltas, partida válida pelo Carioca de 2010. O Flu saiu na frente com um 2 x 0, gols de Alan e do argentino Dario Conca. Adriano, o Imperador, descontou. No fim do 1º tempo, Cássio pôs Flu 3 x 1, e assim os times foram para o intervalo. No 2º tempo, virada histórica! Em 10 minutos, Vágner Love e Kléberson marcaram, empatando o jogo. Mas o time rubro-negro só conseguiu vencer a partida nos 10 minutos finais, com dois gols de Adriano. No fim: Fla 5 x 3, com três do atacante Adriano.

Jogo Histórico
31.01.2010 - Flamengo 5 x 3 Fluminense

No Brasileirão 2010, Flu 2 x 1, e um empate por 3 x 3. Em 2011, no Carioca houve dois empates, e no Brasileiro duas vitórias rubro-negras (1 x 0 e 3 x 2). Em 2012, no Carioca foi Fla 2 x 0, e no Brasileiro houve duas vitórias do Flu por 1 x 0. Em 2013, três jogos e três vitórias rubro-negras: no Carioca por 3 x 1, no turno do Brasileiro por 3 x 2, e no returno por 1 x 0. Em 2014, em três jogos, duas vitórias do Flu e um empate. No Carioca, Flu 3 x 0, e no turno do Brasileiro, Flu 2 x 0. Em 2015: 3 x 0 Fla no Carioca, e no Brasileiro deu Flu 3 x 2 e Fla 3 x 1. Em 2016, dois jogos no Carioca, Fla 2 x 1 e um empate sem gols, e dois jogos no Brasileiro, com um 2 x 1 para cada lado.

Em 2017 houve 8 Fla-Flus na temporada. No Carioca: dois empates na fase inicial (3 x 3 e 1 x 1, tendo o primeiro sido a final da Taça Guanabara, vencida pelo Flu nos pênaltis por 4 x 2) e duas vitórias rubro-negras na final do campeonato (1 x 0 e 2 x 1) que valeram o título carioca ao Flamengo. No Brasileiro foram outros dois empates (2 x 2 e 1 x 1). E houve dois confrontos pelas quartas de final da Copa Sul-Americana: Fla 1 x 0 e empate por 3 x 3. Assim, foram oito encontros sem nenhuma vitória tricolor, havendo três vitórias do Fla e cinco empates.

Nos Anos 2010, no acumulado até o fim de 2017 haviam ocorrido 14 vitórias do Flamengo, 10 empates e 7 vitórias do Fluminense.



Nenhum comentário:

Postar um comentário