quinta-feira, 31 de maio de 2018

A História: Flamengo vs Cruzeiro



A história do confronto entre Flamengo e Cruzeiro começa em 23 de setembro de 1923, época em que o clube mineiro se chamava ainda Palestra Itália, nome que ostentou até a Segunda Guerra Mundial. O primeiro confronto foi na inauguração do Estádio Barro Preto, campo do Palestra, em Belo Horizonte, e terminou num honroso empate por 3 x 3. Levou 13 anos para que os dois clubes voltassem a se enfrentar, até 1936 quando foram marcados dois amistosos, um no Rio de Janeiro e outro em Belo Horizonte. No Estádio das Laranjeiras, campo do Fluminense, o time rubro-negro venceu por 3 x 0, e no Barro Preto houve um empate por 2 x 2. Em 1940, no último encontro antes dos mineiros mudarem o nome de Palestra Itália para Cruzeiro, a vitória no campo do Barro Preto foi mineira, por 4 x 2.

Em janeiro de 1946, o Estádio Barro Preto viu uma atuação de gala e uma implacável goleada cruzeirense por 5 x 1.

Jogo Histórico
31.01.1946 - Cruzeiro 5 x 1 Flamengo

Um ao depois, em fevereiro de 1947, o Flamengo venceu um amistoso no Barro Preto por 2 x 1. Nos 6 primeiros jogos entre os rivais na história, bastante equilíbrio, com duas vitórias para cada lado e dois empates.


Mas mostrando a força de crescimento do futebol mineiro, os três amistosos seguintes terminaram com três vitórias cruzeirenses, todas com uma respeitável margem de gols. Em dezembro de 1960, no Estádio Independência, o Cruzeiro venceu por 4 x 2, mesmo local onde em junho de 1965 a vitória celeste foi por 3 x 1. Em março de 1966, o primeiro jogo entre os dois adversários no recém-inaugurado Estádio do Mineirão, e Belo Horizonte viu uma goleada cruzeirense: 6 a 2! Silva abriu o marcador aos 20 minutos do 1º tempo, Dirceu Lopes empatou aos 25, e Silva, de pênalti, voltou a colocar o Flamengo a frente. Mas antes do intervalo Tostão empatou, aos 39 minutos. No 2º tempo, Wilson Piazza aos 17, Tostão aos 23, Marco Antônio aos 29, e novamente Tostão aos 37, para fechar o dia com três gols, construíram a goleada cruzeirense.

Jogo Histórico
03.02.1966 - Cruzeiro 6 x 2 Flamengo

Em 1967, quando Flamengo e Cruzeiro se enfrentaram pela primeira vez numa partida válida pelo Campeonato Brasileiro, até então os dois clubes só havia se enfrentado 9 vezes em jogos amistosos, quatro dos quais com os mineiros sob o nome e a camisa do Palestra Itália. Os primeiro duelo por uma competição oficial aconteceu no Maracanã, em 15 de março de 1967, na primeira vez em que rubro-negros e alvi-celestes se enfrentavam no estádio, e terminou com uma vitória rubro-negra por 2 x 0, com dois gols de Ademar Pantera.

O jogo seguinte, também no Maracanã, foi um amistoso em março de 1968 no qual o time rubro-negro goleou o poderoso Cruzeiro de Tostão, Natal e Dirceu Lopes. Com dois gols de Silva e dois de Luís Carlos, e um de César Lemos, o Fla goleou o time celeste por 5 x 1, com uma atuação de gala.

Jogo Histórico
03.03.1968 - Flamengo 5 x 1 Cruzeiro

Os três duelos seguintes foram pelas edições de Campeonato Brasileiro, ainda sob o nome Torneio Roberto Gomes Pedrosa, nas edições de 1968, 1869 e 1970. Em 68 o Flamengo venceu por 1 x 0 no Maracanã. Em 69 houve um empate por 2 x 2 no Mineirão. No Brasileiro de 70, vitória cruzeirense por 3 x 1 no Mineirão, a primeira sobre o rival num jogo oficial. No total dos Anos 1960, em 7 partidas, houve 3 vitórias para cada lado e 1 empate.


Os quatro duelos seguintes terminaram empatados: 0 x 0 no Brasileiro de 1971 no Mineirão, 1 x 1 num amistoso em 1972 em Uberaba, e dois 1 x 1 válidos pelo Brasileiro de 1972. Seguiram-se então três vitórias alvi-celestes seguidas, com um detalhe: todas dentro do Maracanã! Assim, os cruzeirenses completaram uma série de 9 jogos sem derrotas para o Flamengo. No Brasileiro de 73 venceram por 2 x 1, no Brasileiro de 74 por 3 x 1, e no Brasileiro de 75 por 1 x 0.

O Flamengo interrompeu o jejum diante do Cruzeiro com uma vitória por 3 x 1 no Maracanã, válida pelo Campeonato Brasileiro de 1977. Nos Anos 1970, em 9 jogos entre os rivais, foram 4 vitórias do Cruzeiro, 4 empates, e apenas 1 vitória do Flamengo.


A hegemonia cruzeirense para cima do Flamengo se estendeu para os Anos 1980, quando em 4 confrontos, houve 3 empates e 1 vitória do Cruzeiro, mesmo com o Flamengo vivendo sua Era de Ouro, comandado por Zico. No total acumulado dos Anos 1970 e 1980, a hegemonia alvi-celeste foi impressionante: em 13 jogos, só 1 vitória do Flamengo, tendo havido 7 empates e 5 vitórias do Cruzeiro.

Foram apenas quatro confrontos entre 1980 e 1989, todos válidos por edições de Campeonato Brasileiro. Os três primeiros com três empates sem gols, em 1981, em 1987 e em 1988. Pelo Brasileiro de 1989, no Mineirão, o Cruzeiro venceu por 2 x 0.


Já nos Anos 1990 o Flamengo se impôs no duelo, vencendo o rival mais vezes do que foi derrotado. No Brasileiro de 1990, vitória rubro-negra por 2 x 1 dentro do Mineirão. Depois, num amistoso no mesmo ano, vitória do Fla por 1 x 0 em Varginha, interior de Minas. No Brasileiro de 1991, o Flamengo voltou a vencer dentro do Mineirão, desta vez por 2 x 0. No ano seguinte, o Cruzeiro deu o troco e venceu pelo Campeonato Brasileiro dentro do Maracanã por 2 x 1. No mesmo ano que, num amistoso no Mineirão, os dois clubes terminaram num empate sem gols.

Em 1993, três encontros e três vitórias do Flamengo. Primeiro por 2 x 0 num amistoso no Maracanã, e depois duas vezes por 2 x 1, uma no Maracanã e outra no Mineirão, pelo Brasileirão. Entre 1990 e 1993 o Flamengo bateu seu rival três vezes dentro de Belo Horizonte. Em 1994, mais um amistoso, desta vez em Ipatinga, interior de Minas, e uma empate por 1 x 1.

Em 1995, mais cinco encontros. Pelas quartas de final da Copa do Brasil, o Flamengo eliminou seu rival após vencer por 1 x 0 no Maracanã e empatar por 1 x 1 no Mineirão. No Campeonato Brasileiro, vitória cruzeirense em Cariacica, no Espírito Santo, por 2 x 0. No mesmo ano, os dois clubes se encontraram nas semi-finais da Supercopa dos Campeões da Libertadores, e os rubro-negros venceram duas vezes, 1 x 0 no Mineirão, e 3 x 1 no Maracanã, eliminando o time celeste.

Em 1996, os dois clubes voltaram a se encontrar pela Copa do Brasil, desta vez na fase semi-final, após um empate em 1 x 1 no Maracanã e um empate em 0 x 0 no Mineirão, o Cruzeiro eliminou o adversário e avançou à final por ter feito um gol fora de casa e não ter levado nenhum em casa. Pelo Brasileirão de 96, o Cruzeiro voltou a vencer no Mineirão: 2 x 1.

Num amistoso no Mineirão, válido pelo Torneio Centenário de Belo Horizonte, uma vitória cruzeirense por 2 x 1. Na sequência, em três duelos válidos pelo Campeonato Brasileiro entre 1997 e 1999, com um 2 x 0 para cada lado e um empate: Fla 2 x 0 em 97 e Cruzeiro 2 x 0 em 99, ambos confrontos no Maracanã, além de um 1 x 1 em 98 no Mineirão. Em 1999, ainda houve um amistoso em Ipatinga, que terminou com vitória cruzeirense por 2 x 1.

No total dos Anos 1990, 22 confrontos diretos, com 10 vitórias do Flamengo, 6 empates, e 6 vitórias do Cruzeiro.


Nos Anos 2000, o Cruzeiro devolveu a desvantagem quase na mesma medida, equilibrando a desvantagem que teve nos Anos 1990. Em 22 jogos entre 2000 e 2009, foram 11 vitórias do Cruzeiro, 5 empates, e 6 vitórias do Flamengo. Acumulando os períodos dos Anos 1990 e 2000, uma leve vantagem alvi-celeste: em 44 partidas, houve 17 vitórias o Cruzeiro, 11 empates, e 16 vitórias do Flamengo.

No Brasileiro de 2000, os cruzeirenses venceram por 2 x 1 dentro do Maracanã. Pela Copa dos Campeões Regionais, em 2001, um empate sem gols em Maceió, e uma vitória rubro-negra por 3 x 0 em João Pessoa. No Brasileiro de 2001, o Flamengo se vingou da derrota no Brasileiro anterior e venceu por 1 x 0 dentro do Mineirão. Na Copa dos Campeões Regionais de 2002, jogando em Fortaleza, o time cruzeirense venceu por 2 x 1. No Brasileiro de 2002, empate por 1 x 1 no Maracanã. Daí em diante, o Campeonato Brasileiro passou a ser por pontos corridos e os rivais sempre se enfrentaram duas vezes por ano.

Antes, porém, Cruzeiro e Flamengo disputaram a final da Copa do Brasil de 2003. No 1º jogo, no Maracanã, o meia Alex colocou os cruzeirenses em vantagem já aos 30 minutos do 2º tempo, mas o centroavante Fernando Baiano empatou nos acréscimos. No 2º jogo, no Mineirão, Deivid, o colombiano Aristizábal, e o zagueiro Luisão sacramentaram o título com um 3 x 0 ainda no 1º tempo. Na etapa final, Fernando Baiano descontou, mas o título foi do Cruzeiro, campeão da Copa do Brasil!

Jogo Histórico
11.06.2003 - Cruzeiro 3 x 1 Flamengo

No Brasileiro de 2003, Fla 3 x 0 no Maracanã e Cruzeiro 2 x 0 no Mineirão. No Brasileiro de 2004, o time alvi-celeste repetiu a vitória pelo mesmo placar no seu campo, mas depois acabou goleado por 6 x 2 no returno, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, numa partida na qual os rubro-negros lutavam para escapar do rebaixamento, e os alvi-celestes não tinham mais qualquer pretensão na competição. Com dois gols do zagueiro André Bahia, e com Ibson, Athirson, Felipe e Whelliton completando o placar elástico.

Jogo Histórico
19.12.2004 - Flamengo 6 x 2 Cruzeiro

No Brasileiro de 2005, dois empates (1 x 1 e 0 x 0). No Brasileiro de 2006, uma vitória em casa para cada lado: Zeiro 2 x 1 no Mineirão e Mengo 1 x 0 no Maracanã. No Brasileiro 2007, os mandantes também se impuseram, e houve um 3 x 1 para cada lado. No Brasileiro 2008, duas vitórias alvi-celestes: 2 x 1 no Maracanã e 3 x 2 no Mineirão. No Brasileiro 2009 mais duas vitórias cruzeirenses: 2 x 0 no Mineirão e 2 x 1 no Maracanã. No Brasileiro 2010, mais duas vitórias celestes: 1 x 0 em Uberlândia e 2 x 1 em Volta Redonda. O Cruzeiro completou uma incrível série de 7 vitórias seguidas sobre o Flamengo!


O Flamengo acabou com a farra cruzeirense com duas vitórias no Brasileiro de 2011, a segunda delas de forma impactante! Primeiro, venceu fora de casa por 1 x 0 em Sete Lagoas, interior de Minas Gerais. Depois, atuando no Engenhão, emplacou uma impiedosa goleada por 5 x 1, com os gols rubro-negros marcados por Thiago Neves três vezes e Deivid duas vezes. Vitória acachapante e histórica!

Jogo Histórico
06.11.2011 - Flamengo 5 x 1 Cruzeiro

No Brasileiro de 2012, vitória celeste no Estádio Independência por 1 x 0, e empate em 1 x 1 no Engenhão. Em 2013, quatro confrontos: pelas oitavas de final da Copa do Brasil o Cruzeiro venceu por 2 x 1 no Mineirão e perdeu por 1 x 0 no Maracanã, gol de Elias nos minutos finais, com o Flamengo desta vez eliminando o rival pelo critério de mais gols fora de casa; pelo Brasileirão, Cruzeiro 1 x 0 no Mineirão, e empate por 1 x 1 no Maracanã.

Pelo Brasileiro 2014, um 3 x 0 para cada lado. Pelo Brasileiro 2015, mais uma vez os mandantes se impuseram e houve uma vitória para cada lado.

No Brasileiro 2016, o Flamengo venceu duas vezes: 1 x 0 no Mineirão e 2 x 1 em Cariacica, no Espírito Santos. Pelo Brasileiro 2017, um empate por 1 x 1 no Mineirão e uma vitória rubro-negra por 2 x 0 no Estádio Luso-Brasileiro, a Ilha do Urubu, na Ilha do Governador. O confronto mais importante do ano, com os dois clubes voltando a se encontrar numa final de Copa do Brasil. O 1º jogo, no Maracanã, terminou num empate por 1 x 1. O 2º jogo, no Mineirão, terminou num empate sem gols. Desta vez não havia critério de desempate associado a gols fora de casa, e a decisão foi para os pênaltis: os cruzeirenses venceram por 5 x 3, e, pela segunda vez na história, foram campeões da Copa do Brasil em cima do Flamengo.

Jogo Histórico
27.09.2017 - Cruzeiro 0 x 0 Flamengo (pen: 5 x 3)





Nenhum comentário:

Postar um comentário